Publicado 12 Jul

IDESAM

Plataforma de Parceiros pela Amazônia (PPA) abre Chamada de Negócios com impacto socioambiental

Leitura de 5 min

Os negócios de maior destaque vão poder receber investimentos de até R$ 600 mil

Uma iniciativa do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), a Plataforma de Parceiros pela Amazônia (PPA) está com inscrições abertas para a a sua primeira Chamada de Negócios. A seleção é voltada a empreendedores que tentam resolver problemas sociais e promover a conservação do meio ambiente na região amazônica. As 14 startups selecionadas irão participar do primeiro Fórum de Investimentos de Impacto e Negócios Sustentáveis da Amazônia, que acontece em novembro de 2018 e pretende fazer aportes de até R$ 600 mil nos empreendimentos que mais se destacarem.

Empreendedores, startups, organizações, negócios de base comunitária, instituições e empresas em estágio inicial de seus negócios podem participar da chamada. Além dos investimentos diretos que serão realizados por meio de uma Rodada de Negócios ao estilo “shark tank”, o Fórum vai distribuir prêmios de até R$ 20 mil a empreendedores e iniciativas em estágios iniciais, que conquistarão também a oportunidade de participar do Programa de Incubação e Aceleração da PPA.

O pesquisador sênior do Idesam e coordenador da PPA, Mariano Cenamo, adianta que a plataforma busca negócios que gerem impacto positivo no meio ambiente e na vida das pessoas, mas que tenha também sustentabilidade financeira e potencial de crescimento. Para Cenamo, não basta apenas ter responsabilidade socioambiental.

A PPA busca negócios que movimentem uma nova economia, pautada pela sustentabilidade, principalmente nas zonas rurais e florestais da Amazônia, como alternativa à concentração de empresas e pessoas nas cidades. Isso não significa que a chamada seja voltada apenas para cadeias produtivas ou o primeiro setor, já que se espera atrair também ideias e soluções inovadoras no setor de serviços e comércio.

“Muitos dos desafios enfrentados pelos empreendedores rurais e florestais na Amazônia são estruturais, como logística, acesso a mercados, serviços jurídicos e contáveis, apoio a gestão (...) Iniciativas voltadas a viabilizar a ofertas desses serviços para cadeias de valor sustentáveis serão muito bem vindas”, completa Cenamo.

Os projetos devem ser inscritos até o dia 25 de julho, por meio do endereço http://idesam.org/ppa/. Entre os critérios necessários para qualificar as iniciativas como negócios de impacto socioambiental estão o potencial de geração de emprego, melhoria da qualidade de vida para populações de baixa renda, promoção de relações justas de mercado, redução do desmatamento, conservação dos recursos naturais, e protagonismo de jovens e mulheres.

A iniciativa da PPA busca o maior engajamento de empresas na busca por soluções concretas e abordagens de negócios para promover o desenvolvimento social e econômico, aliado à conservação ambiental na Amazônia. A plataforma é coordenada pelo Idesam, com apoio da USAID e CIAT, com orientação de um comitê de governança composto por suas empresas fundadoras (Ambev, Bemol, Coca-Cola Brasil, DD&L Advogados, Dow, Grupo Nova Era, KPMG, Natura, Whirpool, 3M e Rede Amazônica).

“Estamos bastante entusiasmados com essa Chamada de Negócios, pois acreditamos que tem um grande potencial de alavancar a economia sustentável na Amazônia e atrair investimentos do setor privado. Por isso que apoiamos a PPA e acreditamos no engajamento do setor privado como peça-chave para a conservação e desenvolvimento sustentável da Amazônia”, ressalta a diretora da seção ambiental da USAID, Anna Toness. Mais informações sobre a PPA e a Chamada de Negócios podem ser encontradas em idesam.org/ppa. (aguardando aprovação da fala da ANNA TONESS)

Fórum terá Rodada de Investimentos

Confirmada para novembro de 2018, a primeira edição do Fórum sobre Investimentos de Impacto e Negócios Sustentáveis da Amazônia será um novo espaço de diálogo, trocas de experiências e boas práticas entre as startups amazônicas e os potenciais investidores. O evento vai promover debates sobre o estado da arte das finanças sociais e investimentos de impacto na Amazônia, além dos desafios e oportunidades para o desenvolvimento de negócios e empreendedores locais.

“A rodada de investimento é espaço para empreendedores apresentarem seus negócios a investidores, além de ser uma iniciativa inovadora na região, será uma grande oportunidade diante da dificuldade de se canalizar investimentos para negócios de impacto na Amazônia. Vão se destacar iniciativas que ofereçam retorno positivo para a sociedade, ao mesmo tempo em que possuem uma viabilidade financeira como empreendimento”, ressalta Ana Bastida, pesquisadora do Idesam e uma das organizadoras do Fórum.

Para participar do Fórum, as empresas escolhidas receberão um acompanhamento técnico para apresentar seu empreendimento aos investidores, durante três meses. Todas as selecionadas poderão participar do Programa de Incubação e Aceleração da PPA, previsto para acontecer por todo o ano de 2019 e que inclui workshops, capacitações sobre temas estratégicos para desenvolvimento de negócios, mentoria de especialistas com apoio e assessorias técnica, jurídica, contábil, entre outros benefícios.

(Por Henrique Saunier)

Autor
IDESAM

Novidades GrowFeed

Deixe seu email aqui pra receber novidades do que estamos fazendo no growfeed.

05 Set

IDESAM

‘SEMINÁRIO MANEJAR’ quer fortalecer o Manejo Florestal Comunitário no Amazonas

Leitura de 4 min

20 Ago

IDESAM

Terras Indígenas somam desmatamento superior a 300 campos de futebol, em apenas quatro meses

Leitura de 3 min

Continue lendo os artigos da IDESAM